Atualizado 10/01/2019

IBGE prevê produção agrícola 3,1% maior para 2019

Colheita de grãos deve ser a segunda maior da série histórica iniciada em 1975.

A safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas em 2019 deve ser 3,1% maior que a do ano passado, somando 233,4 milhões de toneladas. É o que aponta a terceira estimativa feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quinta-feira (10).

 

Na segunda previsão, divulgada em dezembro, o órgão esperava uma safra de 231,1 milhões de toneladas para este ano.

 

Segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), a área a ser colhida também deve aumentar este ano, em 2,1%, totalizando 62,2 milhões de hectares.

 

Se cumprir a previsão, a colheita de grãos em 2019 deve ser a segunda maior da série histórica, iniciada em 1975. O recorde continua sendo de 2017, cuja produção totalizou 240,6 milhões de toneladas.

 

 

Milho em alta

 

 

Segundo a previsão, o milho deve responder por boa parte do crescimento da safra em 2019, com aumento na produção estimado em 8,4%, para 88,2 milhões de toneladas. O aumento é esperado especialmente na segunda safra, disse em nota o gerente da pesquisa, Carlos Alfredo Guedes.

 

“Nos principais estados produtores, as chuvas chegaram mais cedo, permitindo o plantio antecipado da primeira safra. Além disso, os preços ao produtor também estão mais atrativos que no ano passado”, explicou.

 

O IBGE também projeta um crescimento de 0,8% na produção de soja, que deve totalizar 118,8 milhões de toneladas, e de 6,6% no algodão herbáceo, que deve chegar a 5,3 milhões de toneladas. Por outro lado, são esperadas quedas de 4,8% no arroz, para 11,2 milhões de toneladas, e de 3% no feijão, para 2,9 milhões de toneladas.

 

 

Produção em 2018

 

 

Para a safra do ano passado, a estimativa de dezembro (12ª) totalizou 226,5 milhões de toneladas, montante 5,9% inferior ao volume de 2017.

 

Dos principais produtos, houve queda de 18,3% na previsão para colheita do milho, totalizando 81,4 milhões de toneladas. A produção do grão foi recorde em 2017.

 

Já a estimativa para a safra da soja aumentou 2,5%, chegando a 117,8 milhões de toneladas.

 

A previsão da área total a ser colhida também caiu para 60,9 milhões de hectares, queda de 0,4% em relação a 2017.

 

 

Líderes de produção

 

 

Segundo o IBGE, o estado de Mato Grosso é líder na produção nacional de grãos, com uma participação de 26,9%, seguido pelo Paraná, com 15,5%, e Rio Grande do Sul, 14,6%. Juntos, os três estados respondem por 57% da safra nacional.

Fonte: G1.COM
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções