Atualizado 20/07/2018

Figueirense tenta acabar com jejuns diante do Guarani: de vitórias e de gols dos homens de frente

Gustavo Ferrareis, Henan e Renan Mota têm uma missão com a camisa do Figueirense na noite desta terça-feira, em Campinas (SP): fazer a bola tocar o barbante. O Figueira precisa que os jogadores acabem o jejum de gols para acabar com o seu, o de vitórias. A equipe não vence há quatro partidas e decaiu da quarta para a nona posição na classificação da Série B do Campeonato Brasileiro no decorrer da Copa do Mundo. Para encerrar a sequência incômoda é preciso reafirmar a força fora de casa e ganhar o duelo das 21h30min desta terça-feira, no Brinco de Ouro.

 

Por sinal, a sequência negativa que o Figueirense atravessa só não é pior por causa do desempenho como visitante. Os dois empates nos últimos quatros jogos foram quando o time atuou longe do Orlando Scarpelli. O conjunto preto e branco tem a quinta melhor campanha fora de casa na competição, é o que tem sustentado o Figueirense aos atuais três pontos para o G-4. 

 

- Para nós, a sequência (sem vencer) é atípica. Não tínhamos passado por isso desde o início do ano, mas faz parte. Temos de ter cabeça no lugar. Não estamos felizes, mas não tem terra arrasada. Nas derrotas aprendemos e tiramos lições. Estamos preparados para este momento. Não é hora de mudar nada. Não é assim. O trabalho precisa ser mantido com convicção — apontou o técnico Milton Cruz antes de para Campinas.

 

Para o compromisso desta terça, treinador e a torcida do Figueira esperam que o trio Gustavo Ferrareis, Henan e Renan Mota reencontrem o caminho das redes. Os últimos tentos anotados por Ferrareis e Mota foram no 4 a 3 sobre o Atlético-GO, fora de casa. O gol mais recente de Henan foi uma rodada antes, no empate em 1 a 1 com o Londrina no Scarpelli. O jogador chegou a ceder espaço para o companheiro de posição André Luis por causa da seca, mas retornou aos titulares pela esperança do técnico Milton Cruz que possa voltar a chacoalhar o barbante.

 

Além de Renan Mota, que joga na vaga que vinha com Felipe Amorim, o zagueiro Nogueira reaparece entre os titulares depois de cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Na lateral esquerda no último jogo, João Paulo fica de fora por causa de dores musculares. Com a recente negociação de Lazaroni ao futebol português, o técnico Milton Cruz demonstrou que vai utilizar o zagueiro Henrique Trevisan no setor. No meio de campo, a surpresa ficou por conta de Patrick. Depois de atuar entre os aspirantes, ele volta a ser relacionado e começa entre os 11 diante do Bugre.

 

FICHA TÉCNICA

FIGUEIRENSE
Denis, Diego Renan, Cleberson, Nogueira e Trevisan; Zé António, Matheus Sales, Patrick, Renan Mota e Ferrareis e Henan. Técnico: Milton Cruz.
GUARANI
Oliveira; Kevin, Everton Alemão, Edson Silva e Pará; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Oliveira, Longuine (Rondinelly) e Denner; Bruno Mendes. Técnico: Umberto Louzer.

ABITRAGEM: Denis da Silva Ribeiro Serafim, auxiliado por Pedro Jorge Santos de Araujo e Rondinelle dos Santos Tavares (trio de AL).
DARA E HORA: às 21h30min de terça-feira.
LOCAL: Brinco de Ouro, em Campinas (SP).

Fonte: Diário Catarinense
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções