Atualizado 27/04/2019

Cerca de 150 animais são castrados durante mutirão em Irineópolis

Dona Evanda Sampaio, de 63 anos, acordou cedo e antes das 8h de sábado, 13, já aguardava pelo início dos atendimentos no Castrabus, onde sua cachorrinha Cacau passaria por cirurgia. Assim como ela, outros mais de 150 cuidadores inscreveram seus animais para o mutirão de castração de cães e gatos, promovido pela Prefeitura de Irineópolis em parceria com a Associação de Bem Estar Animal. A ação visa a prevenção de ninhadas indesejadas e de doenças que atingem a população animal.

 

Esta é a segunda vez que o município realiza o mutirão de castração, que deve acontecer até o final deste domingo, 14, no bairro Aparecida. Dona Evanda soube do evento enquanto ouvia rádio e percebeu que a iniciativa era importante para a saúde dos animais. A garotinha Micheli Michaoski, de sete anos, também aproveitou o sábado para, juntamente com seus pais, cuidar dos animais de estimação da família. Os moradores da Colônia Escada já perderam uma cadela não castrada por conta da piometra, infecção uterina que ocorre durante o período de cio. Para que o problema não se repita, eles decidiram aproveitar o mutirão para castrar a “Orelha torta” e a “Peluda”.

 

Enquanto aguardava o atendimento para os dois animais, Micheli, brincava e cuidava da vira-lata Peluda, que a família adotou após o animal aparecer na residência. “Um dia eu estava brincando com a minha prima e vi alguma coisa se mexendo. Era a cachorrinha bem pequenininha que apareceu lá em casa. A mãe abriu um pote de comida e deixou ela ficar lá. Eu afofo ela, brinco e aperto. Tem que cuidar bem se não eles morrem”, explica Micheli.

 

O prefeito Juliano Pozzi Pereira foi conferir os atendimentos no mutirão de castração, conversou com a comunidade e falou sobre a intenção de realizar mais ações como esta no município. O castrabus, ônibus adaptado para fazer cirurgias, da equipe da médica veterinária Kátia Chubacci percorre diversas cidades de Santa Catarina onde a parceria com o poder público viabiliza a realização de cirurgias com custo acessível à população. Em vídeo publicado nas redes sociais, a médica veterinária destacou o comprometimento do governo municipal com a causa animal. “Irineópolis é mais uma vez exemplo para Santa Catarina e para o Brasil. Com o controle de natalidade da população animal, o município só tem a crescer em relação a proteção animal e a saúde pública. A cada um real gasto em controle de natalidade, se economiza 27 reais da saúde humana”, comentou Kátia Chubacci.

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Irineópolis
© Copyright 2017 - Rede Nossa Rádio, Todos os direitos reservados Desenvolvido por HZ Soluções